Superstições

Superstição é uma espécie de crendice popular que não possui explicação científica. As superstições são criadas pelo povo e costuma passar de geração para geração.

Entendendo melhor as superstições 

Por desconhecer as causas e efeitos de determinados fenômenos científicos, muitas pessoas atribuem explicações sem sentido racional e, portanto, falsos.As supertições podem, muitas vezes, atrapalhar a vida das pessoas. Podemos citar como exemplo o caso de uma pessoa que deixa de fazer determinadas coisas num dia de sexta-feira 13. Não há nenhuma explicação científica que prevê que este dia atrai azar, porém muitos indivíduos acreditam nisso como se fosse uma verdade. Isto é uma superstição que acaba atrapalhando a vida de uma pessoa.


Exemplo das superstições mais populares no Brasil:

 
– Cruzar na rua com um gato preto dá azar;

– Quebrar um espelho provoca sete anos de azar na vida de quem quebrou;

– Passar por debaixo de uma escada dá azar;

– Achar um trevo de quatro folhas trás sorte;

– Pé de coelho trás sorte;

– Deixar um sapato ou chinelo de cabeça para baixo pode provocar a morte da mãe;

– Abrir guarda-chuva dentro de casa pode atrair morte;

– Toda sexta-feira 13 é um dia perigoso e podem ocorrer fatos ruins para as pessoas;

– Jogar moedas numa fonte de água pode realizar um desejo da pessoa que jogou;

Fonte: Sua Pesquisa.com/

Sugestão:

Pesquisar com os pais as superstições e crendices / registrar graficamente ou explicar oralmente para o grupo.

Uma resposta

  1. esse comentarios vou levar pra escola

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: